Quinta-feira, 14 de Setembro de 2006

Estacao

As vezes quero gritar.....Mas o que deverei gritar.
Nao sou Militar. Não sou incognita.
Tenho pólvora mas nao sou atiradora.
Entao apago a luz. Acendo a vela para te ver.
Quero ver a minha alma ingénua florecer.
E o teu sorriso fez me instintivamente a cordar , trespassou o meu coracao.
Eu não sei se estavas a sorrir para mim. era tão   suave e meigo como a brisa do anoitecer
Como era fantástico olhar para ti.
Naquele momento tive o que quis. Apaixonei me.
Os teus toques levam me ao exate da alma.
Como foi bom. Nada se tornou monótono .
E concedeste me a felicidade
Os Raios de Sol faziam me cegar a memoria dos tempos.
Mas absatinacao   da loucura , estava a la
Mas quem sabe que paixão nos achollhera.
Os caminhos são sub mersos .
So depende dele.
Ele e lindo, olhos brilhavam como o frio do inveno
Os lábios inquietos como vento de Abril que na testa me beijaram.
A suas palavras se evaporaram entre mim e ele.
Eu me assentei mas sentia o Outono dentro de mim, como as folhas flácidas que voam a espera das nuvens de inverno.
Com estas memorias gosto da minha existencia.
A apaixonar me corro as estacões todas por isso existe a Primavera.


sinto-me: so romantica
música: Enya
tags:
publicado por danilein às 21:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Estacao

.arquivos

. Julho 2009

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds